Qual a importância do controle de contas a receber?

Qual a importância do controle de contas a receber?

Como já postamos em outro artigo, o fluxo de caixa é uma ferramenta importantíssima para o controle da quantidade de dinheiro que entra e sai do seu negócio e para saber como ele está sendo aplicado. O gerenciamento de contas a receber também é fundamental para a gestão financeira de qualquer empresa, independentemente do seu porte.

É comum encontrarmos muitas empresas que não possuem uma organização no controle de contas a pagar e a receber – e, assim, acabam no prejuízo por não verificarem quais são os gastos que estão sendo realizados, quais são os seus melhores clientes e quais clientes são devedores. As empresas também podem acabar pagando muitos juros por contas que estão em atraso, realizando empréstimos indevidamente, enfim, uma série de problemas que podem ser resolvidos apenas com o controle financeiro correto.

Uma boa gestão financeira deve prever a melhor margem de lucratividade, equilibrando os gastos e avaliando o saldo atual de CONTAS a PAGAR e a RECEBER.

O que encontrar no controle de gastos?

Utilizando um controle financeiro eficaz, você pode avaliar tanto como o seu capital rodou no passado e o que está acontecendo no presente. Dessa forma, você pode identificar possíveis falhas e despesas desnecessárias e ainda encontrar alternativas para maximizar o lucro a partir do remanejamento de aplicações. Por isso a necessidade de implantar alguns controles gerenciais em uma gestão financeira eficiente, para fornecer um melhor planejamento de suas atividades e controle de seus resultados.

Um dos ativos mais importantes de que a empresa dispõe são os créditos a receber originários de vendas a prazo. Para ter informações suficientes para a tomada de uma decisão correta, é necessário o controle das contas a receber.

O que analisar nesse controle?

  • A data e o montante dos valores a receber, os descontos concedidos e os juros recebidos;
  • Os clientes que pagam em dia, o montante dos créditos já vencidos e os períodos de atraso;
  • As providências tomadas para a cobrança e o recebimento dos valores em atraso;
  • Identificar os principais clientes, o grau de concentração das vendas, a qualidade e a regularidade dos clientes;
  • Acompanhar a regularidade dos pagamentos e programar as ações para cobrança administrativa ou judicial;
  • Fornecer informações para elaboração do fluxo de caixa;
  • Conciliação contábil.

Algo bem comum que acontece nas pequenas empresas é o fato de o proprietário dar mais atenção às operações diárias de compra/produção e venda, em detrimento da organização administrativa. Lembre-se: quem tem o controle da empresa administra melhor e, assim, consegue resultados melhores.

Ficou interessado? A Base ERP é um sistema que garante todas essas soluções para a sua empresa.  Confira a nossa fan page no facebook e acompanhe o nosso blog para mais informações sobre empreendedorismo e gestão.

Sem comentários

Deixe seus comentários

Faça o Teste Grátis

Teste agora a ferramenta que irá revolucionar a gestão da sua empresa.
NÃO SAIA AGORA!!
MUDE A GESTÃO DA SUA EMPRESA
Gerencie seu financeiro, crie propostas comerciais, organize seu estoque e emita notas fiscais.  
Fechar